Receber atualizações GRÁTIS por email!

YBR Factor: Custo para manter e manutenção da moto


Quando você vai comprar uma moto sempre analisa o preço, desempenho, economia, design, valores de peças, gastos com manutenção, etc, tudo isso para escolher a moto mais adequada ao seu perfil.

Neste artigo vamos falar dos custos básicos para manter e gastos com manutenção da moto Yamaha YBR Factor para acabar com o mito que a manutenção das Yamahas são mais caras. Trataremos dos gastos com a manutenção da moto, tais como revisões, peças, pneus, transmissão, lâmpadas, etc.

O gasto mais comum com a moto YBR Factor, além da gasolina obviamente, é com a troca de óleo que deve ser feita entre 1.000 e 2.000km rodados. O gasto médio com óleo é de R$ 15,00.

O segundo gasto comum é com as revisões: a 1ª e a 2ª revisão são gratuitas, mas a partir da 3ª  já começa a se pagar, e sinceramente pagar pelo serviço geralmente porco das concessionárias de motos é o mesmo que jogar dinheiro, afinal só serve para manter a garantia da moto, que certamente não terá problema algum durante o período de garantia se o dono for cuidadoso, então aconselho a procurar um mecânico de confiança e pagar pela revisão, onde você inclusive pode acompanhar de perto, pagando em média R$ 50,00 a cada 3.000km rodados.

Dependendo da forma como o motociclista pilota sua motocicleta YBR Factor, por volta dos 16.000km rodados terá de trocar o kit de relação que custa em média R$ 70,00, também deverá trocar a pastilha de freio (freio à disco) a cada 5.000km que custa em torno de R$ 20,00 e a lona de freio traseiro (freio à tambor) R$ 17,00.

A cada 10.000km rodados o motociclista deverá também trocar o óleo da suspensão dianteira que custa geralmente R$ 10,00.

Por volta dos 15.000km rodados deverá trocar a vela (R$ 18,00) que já começará a dar sinais de morte.

Até os 20.000km rodados, provavelmente já terá chegado a hora de trocar os pneus, que custam em média  R$ 90,00 (dianteiro) e R$ 140,00 (traseiro) e se não tiver muita sorte como foi o meu caso, terá de comprar uma câmara de ar que custa em média R$ 25,00.

Eventualmente o usuário também trocará algumas lâmpadas que acabam queimando, mas os valores são bem pequenos não gastando mais do que R$ 10,00 até os 20.000km rodados.


Gasto total médio até 20.000km rodados com a YBR Factor


O proprietário de uma Yamaha YBR Factor até os 20.000km rodados tem o seguinte gasto médio:
  • O óleo do motor, considerando a troca com 1.500km rodados, terá sido trocado 14 vezes, o que dá um gasto total de R$ 210,00;
  • Terão sido feitas 5 revisões (6mil, 9mil, 12mil, 15mil e 18mil km rodados), totalizando o gasto de R$ 250,00;
  • Terá sido trocado uma única vez o kit relação por R$ 70,00, a pastilha e lona de freio terão 4 trocas por R$ 148,00, o óleo da suspensão dianteira terá 2 trocas por R$ 20,00. Também serão trocadas a vela por R$ 18,00, os pneus por R$ 230,00, 1 câmara de ar por R$ 25,00 e algumas lâmpadas por R$ 10,00.


Custos: 210 + 250 + 70 + 148 + 20 + 18 + 230 + 25 + 10 = R$ 981,00


Então com 20.000km rodados a YBR Factor tem um custo de manutenção de R$ 981,00! Excelente, não é verdade?!

Além disso, coloquemos o gasto com gasolina até os 20mil km rodados, considerando a média de 38km/L e o preço da gasolina a R$ 2,75, teremos:

20.000km rodados / 38km por litro = 526,3158 litros x 2,75 = R$ 1.447,37 gastos com gasolina

Vamos a uma análise mais profunda considerandos os gastos com manutenção e gastos com gasolina :

Gastos com manutenção + Gastos com gasolina = R$ 2.428,37 / 20.000 = R$ 0,1214 a cada 1km


Ou seja, a cada 100km rodados a YBR Factor gera um gasto de R$ 12,14!



Existe alguma moto com um custo para manter e manutenção melhor do que a YBR Factor?




2 comentários:

Anônimo disse...

Estou pensando em comprar uma moto e gostei muito da sua avaliação!

Jogo de estratégia online multiplayer: tinyurl.com/jogoerepublik

Djalma disse...

Minha ED 2011 até agora 26500 km rodados e apenas uma troca de relação aos 15000 km (chegou a fim de curso mas em perfeitas condições), 02 trocas de vela preventivamente, óleo e algumas lampadas de painel, óleo e retentores da bengala devido aos 700 km de estrada de terra do "caminho da fé" que fiz com mais 35 motos em agosto de 2012.
Uso diário para ir e voltar o trabalho (64 km/dia), média de 38 km/litro de gasolina andando de 90 a 100 km/h, com meus 95 kg + bauleto.
Recomendo para quem quer se deslocar no dia dia, com custo quase "zero".

Postar um comentário

Os comentários expressam a opinião dos visitantes e não do AUTOR deste blog. No momento os comentários são moderados.

O autor não se responsabiliza por qualquer conseqüência e/ou dano que algum comentário venha a provocar a terceiros.

Comentários inadequados serão REMOVIDOS, incluindo ofensas pessoais, racismo, pregações religiosas, textos totalmente em letras MAIÚSCULAS, palavrões desnecessários ou miguxês (linguagem infanto-debilóide), etc.

Obrigado e volte sempre.